fbpx

PSOL-DF repudia repressão policial em ato no MEC

PSOL-DF repudia repressão policial em ato no MEC
Crédito da foto:Mídia Ninja

O PSOL-DF divulgou, nesta quinta-feira (26), nota de repúdio à atuação violenta da Polícia Militar do Distrito Federal contra estudantes da Universidade de Brasília (UnB), que protestavam no início da tarde em frente ao Ministério da Educação (MEC). Sem qualquer justificativa, policiais lançaram bombas de gás lacrimogênio, balas de borracha e spray de pimenta em direção aos manifestantes.

O ato denunciava os cortes efetuados pelo governo federal nas verbas da UnB e a implementação da Emenda Constitucional nº 95/2016 (teto de gastos). Os estudantes da Universidade de Brasília vêm realizando uma série de manifestações contra o desmonte da universidade pública, parte do projeto de ajuste fiscal do governo de Michel Temer.

Confira, abaixo, a nota do PSOL-DF.

Nota de repúdio

No dia de hoje (26.04), o movimento em defesa da UnB foi brutalmente reprimido pela Cavalaria da Polícia Militar e pela Força Nacional. Houve uso de bombas e gás de pimenta. Na sequencia, três estudantes foram detidas e levadas à 5ª Delegacia de Polícia.

A UnB está em luta contra os cortes de verbas do MEC, contra a emenda constitucional do teto dos gastos e pela liberação do uso da verba própria da UnB.

O PSOL-DF repudia a repressão policial. Lutar pela educação não é crime!

Foto: Mídia Ninja

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional

Assuntos Relacionados