fbpx

Nota do PSOL DF: Negligência marca GDF

Nota do PSOL DF: Negligência marca GDF
Crédito da foto:TV Globo / Reprodução

Nesta terça-feira (06.02), a população do DF assistiu em choque ao desabamento de parte do viaduto próximo à Galeria dos Estados, no Plano Piloto, em Brasília. Por muita sorte, apenas quatro veículos foram esmagados, sem notícias de feridos.

O viaduto em que aconteceu o acidente hoje está entre os citados no relatório feito em 2011 pelo Sindicato de Engenharia e Arquitetura (Sinaenco). O documento alertava, desde aquela época, que nove de 11 viadutos e pontes do DF precisavam de reparos e obras de manutenção com urgência.

Ontem (05.02), foi noticiado que a barragem do Paranoá sofre risco de ceder. Isso mostra negligência que vem marcando as últimas gestões dos governos do Distrito Federal. Apesar de ter conhecimento, o governador foi omisso na tomada de providências, mostrando seu descompromisso com o bem estar da população do DF. A culpa é do Rollemberg e dos governos anteriores que sabiam e nada fizeram, priorizando, inclusive, gastos exorbitantes como os 1,2 bilhões gastos no Estádio Mané Garrincha.

Alem da negligência, é importante destacar a prioridade por um modelo de cidade que desrespeita o meio ambiente. Vimos no passado, Governos Arruda e Agnelo construírem o Noroeste e diminuírem espaços de escoamento da água. Agora constrói-se o trevo norte soterrando nascentes. A culpa não é das chuvas.

O PSOL – DF exige que o governo vistorie todos os viadutos citados no relatório de 2011 e tome providências para garantir a segurança da população. E exigimos que haja transparência acerca das medidas saneadoras de tão grave problema, apresentando prazos para reforço das estruturas comprometidas.

Brasília, 6 de fevereiro de 2018
Executiva do PSOL-DF

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional

Assuntos Relacionados