fbpx

#AmanhecerPorMarielleEAnderson pede justiça em várias cidades do Brasil e do Mundo

#AmanhecerPorMarielleEAnderson pede justiça em várias cidades do Brasil e do Mundo
Crédito da foto:Clarice Lissovski

Neste dia em que completa um mês da execução de Marielle Franco e de Anderson Gomes, diversas cidades do Brasil e do mundo participaram do Amanhecer por Marielle e Anderson. Numa mesma sintonia, às 6 horas da manhã, milhares de velas foram acesas pedindo justiça por um crime político que segue sem resposta.

No Rio de Janeiro, onde a dor da morte de Marielle é possível ser percebida em vários pontos da cidade, por meio de cartazes, pinturas nos muros, flores, faixas e diversas expressões, o Amanhecer contou com a participação de militantes e dirigentes do PSOL, de ativistas de várias organizações sociais e de pessoas das mais variadas origens que querem resposta para a tragédia daquela noite de quarta-feira, 14 de março. O pré-candidato do PSOL à Presidência da República, Guilherme Boulos; a pré-candidata a vice, Sônia Guajajara; o deputado estadual Marcelo Freixo; a vereadora em Niterói, Talíria Peltrone; e os vereadores no Rio Tarcísio Motta e David Miranda lembraram a luta e o legado da companheira de partido e exigiram ampla investigação do caso.

O Largo do Machado, a Praça Saenz Peña, o Complexo do Alemão e outros espaços públicos de resistência foram tomados pela emoção de quem quer a elucidação desse crime. Assim como Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Natal e tantos outros cantos do país.

Em outros países também teve Amanhecer por Marielle e Anderson.

E as manifestações continuam à tarde. No Rio de Janeiro, haverá a Marcha e Tambores, que sairá às 17h da Lapa, onde Marielle participou da sua última atividade, e seguirá até o Estácio, onde ocorreu o crime.

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional

Assuntos Relacionados