Miriam Mattos é a primeira mulher a presidir o PSOL-Sc

A professora universitária Miriam Mattos, de Biguaçu, foi eleita para presidir o PSOL catarinense nos próximos dois anos. A escolha ocorreu durante o VI Congresso do PSOL-SC, em São José, no último dia 22. O encontro reuniu 65 delegados e delegadas de 17 municípios, que representavam 328 filiados de todo o estado. Este foi o maior congresso do PSOL em SC.

Duas chapas disputaram a direção estadual do partido. O grupo liderado por Miriam venceu com 52% dos votos. Foi apoiada pelos vereadores Afrânio Boppré e Marquito; pelo atual presidente do PSOL-SC, Rafael Melo, pelo professor Elson Pereira, entre outros.

Formada em biblioteconomia, Miriam possui mestrado em Ciência da Informação e é aluna do doutorado em educação da Udesc. Em 2016, concorreu à vice-prefeita de Biguaçu, ao lado de Auri Bitencourt. Ela é a primeira mulher eleita para presidir o partido em Santa Catarina.

“Quero parabenizar o partido pelo processo do Congresso Estadual. Foi uma mobilização que oxigenou nossa organização, reafirmando o Psol como uma ferramenta de luta por transformação social, a favor dos trabalhadores e do povo”, afirmou. “Ao mesmo tempo, agradeço minha indicação para a presidência do partido em nível estadual. Fico feliz pela confiança e, ao mesmo tempo, tenho clareza do desafio posto, principalmente em um período conjuntural tão difícil como o atual”, concluiu.

Delegação nacional

Além da renovação dos 36 membros do diretório estadual, o congresso também elegeu cinco delegados ao Congresso Nacional do PSOL, que ocorre em dezembro. Na ocasião, o partido vai eleger sua nova direção nacional e definir as principais diretrizes políticas para os próximos dois anos.

Mais

Marcação de plenárias municipais e intermunicipais do 6º Congresso começa nesta sexta (4)

A marcação de plenárias municipais e intermunicipais do 6º Congresso Nacional do PSOL começa nesta …