PSOL entrega, na Câmara, petição contra reforma da Previdência

PSOL entrega, na Câmara, petição contra reforma da Previdência
Crédito da foto: Henry Milleo

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados entregou, nesta quarta-feira (19/04), a petição proposta pelo partido contra a reforma da Previdência e a destruição do direito à aposentadoria. Lançada em fevereiro deste ano, o abaixo-assinado tem mais de 323 mil adesões, criticando a proposta, que promove alterações profundas nas regras da aposentadoria e coloca em risco esse direito dos trabalhadores.

O documento foi entregue na comissão especial que debate a PEC 287/2016, durante reunião em que o relator, Arthur Maia (PPS-BA), apresentou seu parecer, com alterações em vários pontos do texto original, demonstrando um nítido recuo do governo diante da pressão popular e dos partidos de oposição, como o PSOL.

No texto da petição, os deputados do PSOL afirmam que a reforma é claramente um retrocesso. “Ela não leva em conta os trabalhadores, os pais e mães de família que estão para se aposentar e está condenando os jovens adultos a morrer de tanto trabalhar”.

Atuação do PSOL garante adiamento para início de maio
A intenção do governo era votar a matéria já na próxima semana na comissão especial. No entanto, em função do encaminhamento proposto pelo deputado Ivan Valente (SP), que contou com o apoio de vários deputados da oposição, a apreciação será somente a partir do dia 2 de maio, após a greve geral do dia 28 de abril e do Dia Internacional do Trabalhador, celebrado em 1º de maio. Na reunião, o PSOL e outros partidos anunciaram que se não houvesse acordo em torno da data de votação do texto, suas respectivas bancadas entrariam em obstrução.

Sobre o autor

Foto de perfil de PSOL Nacional

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional