Reforma Política: Luiza Erundina destaca necessidade de ouvir sociedade civil organizada e movimentos populares

Reforma Política: Luiza Erundina destaca necessidade de ouvir sociedade civil organizada e movimentos populares
Crédito da foto: Reprodução

Nesta terça-feira (04/04), a Comissão da Reforma Política encaminhou o fim dos seus trabalhos com a apresentação do relatório parcial sobre a matéria. A deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) ressaltou que o texto traz alguns avanços, mas um tema dessa complexidade precisaria de mais tempo de debate e, principalmente, ouvir a sociedade civil organizada e movimentos populares.

Como um dos avanços do texto, Erundina apontou o fim do financiamento privado de campanha. No entanto, a deputada afirmou que é possível progredir mais, por exemplo, no caso da votação em lista pré-ordenada, além da necessidade de avançar na questão de gênero e da participação de representantes indígenas e dos negros.

Confira, abaixo, a íntegra da fala da deputada.

"NÓS NÃO QUEREMOS PARAR NO MOMENTO QUE O PAÍS VIVE, NÓS QUEREMOS DAR UM SALTO"Nesta terça-feira, a Comissão da Reforma Política se encaminhou para o fim dos seus trabalhos com a apresentação do relatório parcial sobre a matéria. A deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) ressaltou que o texto traz alguns avanços, mas um tema dessa complexidade precisaria de mais tempo de debate e, principalmente, ouvir a sociedade civil organizada e movimentos populares. Como um dos avanços do texto, Erundina apontou o fim do financiamento privado de campanha. No entanto, a deputada afirmou que é possível progredir mais, por exemplo, no caso da votação em lista pré-ordenada, além da necessidade de avançar na questão de gênero e da participação de representantes indígenas.

Posted by PSOL na Câmara on Tuesday, April 4, 2017

Sobre o autor

Foto de perfil de PSOL Nacional

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional