Nota de repúdio ao prefeito de Rio Largo/AL, por invadir assembleia do Movimento Nacional de Luta por Moradia

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) repudia a atitude do prefeito da cidade de Rio Largo, em Alagoas, que invadiu a assembleia geral do núcleo de base do Movimento Nacional de Luta por Moradia no ultimo dia 11 de fevereiro, realizada na casa de uma das coordenadoras estaduais do movimento. O prefeito veio acompanhado de vários seguranças para intimidar e tentar impedir a realização da assembleia de moradores que se organizam livremente e têm sua pauta de reivindicações específicas.

Essa atitude demonstra o desprezo com que os partidos da ordem enfrentam a livre organização popular, agindo como verdadeiros coronéis. Essas atitudes foram banidas do meio político com a aprovação da Constituição Federal de 1988 e pessoas que se comportam assim devem ser denunciadas e devidamente punidas com a aplicação da lei em defesa da democracia e do Estado de Direito.

Por isso, o PSOL denunciará essa atitude arbitraria e autoritária para que o agente público se coloque em seu lugar de servidor do povo e principalmente dos mais humildes e necessitados.

Brasília, 15 de fevereiro de 2017
Partido Socialismo e Liberdade

 

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional