Com força também no interior do país, PSOL tem chances de vencer na pequena Janduís, no RN

Com força também no interior do país, PSOL tem chances de vencer na pequena Janduís, no RN

A pequena Janduís, município com cerca de 5.600 habitantes no Oeste do Rio Grande do Norte, pode estar perto de ter uma grande mudança de rumo no seu modo de fazer política. Isso porque, com a proposta de promover uma gestão democrática e com participação popular, o candidato do PSOL à prefeitura da cidade, José Bezerra, está entre os preferidos da população na campanha eleitoral deste ano. Levantamentos e sondagens feitas até agora mostram Bezerra, que foi prefeito da cidade de 1989 a 1992, quando ainda era do PT, à frente na disputa, que conta também com a atual prefeita e candidata à reeleição, Lígia Félix, do PSDB.

Comício de José Bezerra em Janduís contou com a presença de cerca de 2 mil pessoas
photo_2016-09-16_12-30-53Tal preferência expressa a vontade de mudança da população, que enfrenta atualmente um cenário de grandes dificuldades bem comum nos municípios do interior brasileiro. Com uma economia basicamente alimentada pela agricultura familiar e serviços, Janduís – cujo nome tem origem na tribo indígena que vivia no local – já foi destaque na região pela sua forte produção de algodão, o que foi se perdendo nas últimas décadas. A 286 quilômetros da capital Natal e 100 da cidade polo da região Mossoró, o município conta hoje com cerca de 4.600 eleitores. “O número de eleitores em relação ao de habitantes é um fato curioso, mas muitas pessoas saíram daqui para morar em outras cidades e mantiveram seu título de eleitor”, explica José Bezerra, de 65 anos.

O candidato do PSOL afirma ter esperanças que no dia 2 de outubro as urnas confirmem a vontade de mudança da população. Conhecido pelo trabalho que desempenhou à frente da prefeitura de 89 a 92, Bezerra ressalta que sua gestão foi considerada referência no estado pelos mecanismo de participação popular que marcaram os quatro anos de mandato.

Ele destaque, ainda, que a empolgação tem sido a marca forte de sua campanha, com grande participação da juventude, para quem, inclusive, o seu programa de governo tem o olhar voltado com mais atenção. “Temos uma juventude que precisa de melhores condições de acesso à educação, especialmente à universidade. A nossa intenção é, por exemplo, oferecer transporte gratuito para que o estudante possa continuar morando aqui, mas estudar em um dos campus universitários próximas”, afirma Bezerra, se referindo aos campus da UFRN e da UERN nas cidades de Caraúbas, Patu e Açu, próximas a Janduís.

Trajetória na esquerda
photo_2016-09-16_12-30-22O candidato do PSOL no pequeno município potiguar tem uma longa história de militância política na esquerda, se revezando entre o Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Ele conta que na juventude militou no PCB, onde atuou um grande período na clandestinamente durante a ditadura civil-militar. Depois, foi do coletivo Gregório Bezerra, que reunia dissidências do PCB. No PT, militou desde o início de sua fundação.

Agora no PSOL, José Bezerra afirma que acredita ser possível retornar à prefeitura de Janduís, com o compromisso de transformar a cidade, onde o povo seja o agente principal dessa mudança. Não à toa o lema de sua campanha é “O povo no poder”.

Ele ressalta, ainda, o seu comprometimento com o partido. “Assumi o desafio e o compromisso de construir o PSOL na região”, destaca.

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional