“Privatizar a Petrobras nesse governo golpista é crime, não tem outro nome”

“Privatizar a Petrobras nesse governo golpista é crime, não tem outro nome”
Crédito da foto: EBC

Na última quinta-feira (07/07), a Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa o PL 4567/16 aprovou o parecer que tira da Petrobras a exclusividade na operação do Pré-Sal e acaba com a participação mínima de 30% da estatal nos processos licitatórios para exploração dessas reservas. O líder do PSOL, Ivan Valente (SP), afirmou que os deputados favoráveis ao projeto usaram os casos de corrupção envolvendo a Petrobras para justificar a entrega do patrimônio nacional para empresas estrangeiras.

Ivan questionou essa política de privatizações em que se tenta construir a ideia de que o que é público é corrupto e o que é privado funciona. Para Ivan, a corrupção não é álibi para privatizar a Petrobras.

Leia mais aqui: PSOL vota contra o fim da exclusividade brasileira na exploração do Pré-Sal

Confira, no vídeo abaixo, a fala do líder do PSOL durante a votação.

Sobre o autor

Equipe da Secretaria de Comunicação Nacional